26 de julho de 2018

Quem escreveu os Manuscritos do Mar Morto?

Quem escreveu os Manuscritos do Mar Morto? Essa pergunta pode ser um passo … ou um esqueleto … mais perto de ser respondido depois que arqueólogos anunciaram em Novembro de 2017 que esqueletos encontrados no cemitério de Qumran – a cidade onde as cavernas contendo os pergaminhos estão localizados – datam da época em que seriam escritos. Além disso, uma característica única do cemitério não vista antes pode identificar os escritores.

O pesquisador Paul Seaburn tem acompanhado as ultimas noticias e cita entre suas mais recentes publicações que o  jornal Times of Israel relata que o antropólogo Yossi Nagar, da Autoridade de Antiguidades de Israel, e os arqueólogos Hanania Hizmi e Yevgeny Aharonovich revelaram suas descobertas na reunião anual das Escolas Americanas de Pesquisa Oriental realizada em Boston. Hizmi e Aharonovich encontraram 33 esqueletos em Qumran em 2016. Nagar analisou-os e determinou que 30 eram homens com idades entre 20 e 50 anos, enquanto o sexo dos outros três não podia ser determinado. A datação por radiocarbono de um esqueleto colocou-os vivendo entre 150 aC e 70 dC – o tempo em que a maioria dos estudiosos concorda que os pergaminhos foram escritos.

O fato de serem quase todos do sexo masculino se encaixa em uma teoria de que os pergaminhos foram armazenados e possivelmente escritos pelos essênios, uma seita do Segundo Templo do Judaísmo mencionada nos escritos de Plínio, o Velho, Josefo e outros historiadores primitivos. Esses estudiosos indicaram que os essênios eram homens celibatários. Os rolos escritos teria sido escritos por esse grupo comunal que praticava o celibato, ascetismo (abstinência de todo sexo), pobreza e imersão diária – um banho que proporcionava pureza ritual.

Não tão rápido! Dizem outros estudiosos que apontam para uma descoberta anterior de covas de Qumran que continham um número de restos femininos. Para evitar iniciar um escândalo de 2.200 anos de idade, a Science News relata que Nagar examinou esses  53 esqueletos de Qumran (que estão sendo armazenados na França) e determinou que seis dos sete identificados como mulheres eram na verdade homens. Havia também algumas crianças. Nagar acredita que isso seria uma prova suficiente.

“Não sei se foram essas pessoas que produziram os Manuscritos do Mar Morto da região de Qumran, mas a alta concentração de homens adultos de várias idades enterrados em Qumran é semelhante à encontrada em cemitérios ligados a mosteiros bizantinos.”

O que significaria se os Manuscritos do Mar Morto e os textos bíblicos que eles geraram acabarem sendo provados terem sido escritos pelos essênios? Josefo descreve o estilo de vida do curioso grupo:

“Há entre eles um desdém pelo casamento, adotando os filhos de forasteiros enquanto eles ainda são maleáveis ​​o suficiente para as lições que eles consideram como de uma  família e incutem neles seus princípios de caráter. [Eles] se protegem dos modos desonestos das mulheres, tendo sido persuadidos de que nenhuma delas preservam sua fidelidade a um homem. ”

Os estudos continuam…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *