29 de fevereiro de 2020

Quem colocou as estrelas, fez para nossos olhos…

Clique na foto para assistir o vídeo exclusivo.

Sim! Realmente há coisas feitas para os olhos do homem que , mesmo que alguns não queiram, egoisticamente, que sejam vistas, elas são encontradas. Como uma exigência divina que guia a  verdade, fazendo que ela chegue mais cedo ou mais tarde, não apenas aos olhos, mas, aos corações de todos.

Eis que a China, em sua recente corrida espacial rumo a Lua. Mais, especificamente, para a famosa região ou lado “oculto” do nosso satélite natural, revelou  mais fotos de um material misterioso. O mais incrível é que o material não é algo novo para alguns cientistas, pois se falou publicamente que o mesmo achado foi recolhido pela missão Apollo 17 em 1972. Com aspecto parecido com um gel, é muito incomum que um material o qual cientistas americanos já conheciam há décadas ainda mereça o adjetivo “misterioso”. Num comportamento bem típico, a NASA tratou de publicar a opinião do astronauta  Harrison Schmitt, o qual foi quem colheu as amostras do material lunar na missão Apollo, sendo ele um geólogo treinado(ou seja, enviado justamente por ter essa formação). Harrison fez logo suas ressalvas ao termo “misterioso” usado pelos chineses, afirmando que aquele material é esperado e resultante de um grande impacto como um meteoro caindo na Lua. De qualquer forma, parece que a NASA está perdendo o monopólio das informações numa nova era espacial.

Falando ainda na Agencia Espacial americana, a NASA divulgou no dia 19 de Setembro de 2019, que esta investindo em projetos de defesa planetária contra choques de asteroides. Ultimamente tem saído, realmente, muitas noticias na internet sobre essas errantes ameaças ao nosso planeta, responsáveis, oficialmente, por grandes extinções em  massa na Terra. Tentativas bem sucedidas de  pouso na superfície, e agora, o projeto de chocar uma nave não tripulada com um asteroide(chamada de “uma apólice de seguros” pelo cientista da ESA, Ian Carnelli), tem chamado a atenção dos pesquisadores do insólito, sempre atentos a NASA e suas “verdades”.

Aos que duvidam de uma nova era espacial, avaliem as mudanças de comportamento. O presidente Americano Donald Trump criou ainda esse ano a Força Armada Espacial, em setembro de 2019. os russos  declararam que vai ser permitido que astronautas levem armas em viagens espaciais. O motivo russo alegado , foi com relação ao retorno a Terra, que poderia ser feito emergencialmente, numa área inóspita e os astronautas poderiam precisar de alguma arma para se defender de animais. No mínimo curioso, depois de décadas de experiencias em missões espaciais, somente agora se perceber essa necessidade. Justamente quando a Russia não tem feito voos. Curioso, no mínimo.

Para fechar com chave de ouro, está chegando o segundo objeto interestelar a visitar nosso sistema solar após o Oumuamua. Dessa vez, os grandes observatórios mundiais perderam para um simples astrônomo amador, Gennady Borisov, na Crimeia. Somente depois que publicou sua foto, o Centro de Planetas Menores da Universidade de Harvad confirmou e até mesmo sua origem Interestelar. Mais prevenidos, os cientistas já definiram que o astro se trata de um cometa. O Oumuamua ainda está sendo classificado entre asteroide ou cometa. É, realmente, quando Alguém que colocou as estrelas deseja que nos a vejamos, não tem agencia espacial que acoberte do grande publico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *